EUA reconhecem provisão de armas a curdos do Iraque

  • Por Agencia EFE
  • 11/08/2014 19h33

Washington, 11 ago (EFE).- O governo dos Estados Unidos reconheceu nesta segunda-feira que começou a fornecer armamento diretamente à milícia curda Peshmerga, que combate os jihadistas do Estado Islâmico (EI) no norte do Iraque.

“Os curdos precisam de armamento adicional. Estamos facilitando isso e estamos trabalhando para fornecer mais”, disse hoje a vice-porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, durante sua entrevista coletiva diária.

Harf indicou que as entregas estão sendo feitas “em coordenação” com o governo central do Iraque e descreveu como “chave” a cooperação “sem precedentes” entre as forças de segurança iraquianas e a milícia Peshmerga e as autoridades curdas.

“Portanto este é realmente um esforço de equipe. Estamos todos ajudando. Estamos vendo formas de acelerar o processo”, disse.

Perante as perguntas de se os Estados Unidos contam com o consentimento do Iraque nesta iniciativa, Harf insistiu que estão “trabalhando com o governo do Iraque para acelerar a entrega de armas muito necessárias às forças curdas no norte”.

Segundo a imprensa americana, os Estados Unidos já vinham entregando armamento e munição aos curdos, mas até então fazia isso por meio do governo iraquiano.

Harf evitou responder se, como apontam alguns relatórios de meios de comunicação, é a CIA (agência de inteligência americana) que está facilitando as armas aos curdos.

“Não vou detalhar nada disso”, comentou. EFE