França envia porta-aviões para o Golfo Pérsico para combater Estado Islâmico

  • Por Estadão Conteúdo
  • 23/02/2015 17h42

Presidente francês François Hollande discursa durante visita ao Instituto Árabe de Paris

Presidente francês François Hollande discursa durante visita ao Instituto Árabe de Paris após atentando contra Charlie Hebdo

A França implantou um porta aviões no Golfo Pérsico com o objetivo de fortalecer suas operações militares contra os extremistas do Estado Islâmico no Iraque. 

O presidente François Hollande anunciou o envio dias após os ataques terroristas em Paris, em janeiro. A intenção é intensificar o trabalho em conjunto com a coalizão liderada pelos Estados Unidos. 

Um oficial do Exército francês afirmou que os aviões de guerra iniciam as operações nesta segunda-feira do aeroporto Charles de Gaulle e o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, já conheceu o porta aviões. 

A França tem sido um dos participantes mais ativos na coalizão, sendo responsável por frequentes ataques aéreos no Iraque.

Segundo a imprensa francesa, dois mil militares estão a bordo do porta aviões, que carrega um submarino, uma fragata aérea de defesa e uma fragata contra ataques de submarinos. Fonte: Associated Press.