Alemã recebe sentença de prisão perpétua por afogar cinco filhos na banheira

Crianças mortas por Christiane K. tinham entre um e oito anos de idade; ela cometeu o crime após ver foto do ex-marido com nova namorada

  • 04/11/2021 17h07
Sascha Steinbach / EFEChristiane K. tentou cometer suicídio após matar os filhos, mas sobreviveu e foi julgada

Uma mãe foi condenada à prisão perpétua na Alemanha por ter assassinado cinco filhos de seus seis filhos afogando-os na banheira da casa depois de ver uma foto do ex-marido com a nova namorada. As crianças mortas por Christiane K. tinham um, dois, três, seis e oito anos de idade. O filho mais velho, de 11 anos, estava na escola enquanto a mãe usava drogas e cometia os crimes. O tribunal decidiu que a pena mínima a ser cumprida será de 15 anos, mas não há previsão para a liberdade de Christiane após esse tempo.

Os corpos das cinco crianças foram encontrados em suas camas enrolados em toalhas e Christiane, após matá-las, tentou cometer suicídio se jogando numa linha de trem em Düsseldorf. No entanto, ela sobreviveu e acabou presa. O juiz considerou o caso ‘uma tragédia’. Segundo os promotores, o ex-marido de Christiane — e pai de quatro dos seis filhos dela — a abandonou pouco antes dos assassinatos acontecerem. Uma foto dele com uma nova companheira postada nas redes sociais teria sido uma motivação para que a mãe das crianças cometesse os assassinatos.