Argentina anuncia novo lockdown para conter avanço da Covid-19

Entre os dias 22 e 30, os cidadãos só poderão sair em caso de necessidade entre as 6h e as 18h, sendo que não será permitido se deslocar para muito longe de casa

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2021 17h39
EFE/ Juan Ignacio RoncoroniEm média, 28 mil pessoas se infectam pelo coronavírus a cada dia na Argentina

A Argentina entrará em um novo lockdown para conter o avanço da Covid-19 a partir deste sábado, 22. As medidas, que ficarão em vigor até o dia 30 em quase todo o país, determinam que as pessoas só poderão sair de casa por razões de necessidade e na faixa horária entre as 6h e as 18h, que as atividades econômicas, recreativas e ecológicas serão suspensas e que qualquer tipo de aglomeração é proibida. Porém, os comércios essenciais continuarão abertos e as entregas à domicílio também serão autorizadas. A ideia é que essas restrições sejam reimpostas no final de semana seguinte ao fim da medida, ou seja, entre 5 e 6 de junho, nas regiões da Argentina que ainda estiverem em estado crítico. Atualmente, o país registra em média 28 mil novas infecções pelo coronavírus por dia, segundo a Universidade Johns Hopkins. Já a média de mortes diárias por Covid-19 está em 494.