Austrália detecta primeira transmissão local da variante Ômicron

Três estudantes de Sydney que não saíram do país apresentam os sintomas da doença

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2021 02h00
EFE/EPA/MICK TSIKAS AUSTRALIA AND NEW ZEALAND OUTCinco casos de pessoas que vieram do exterior já tinham sido diagnosticados

A Austrália informou nesta sexta-feira (data local) que um estudante que não esteve no exterior deu positivo para a variante ômicron do coronavírus, que poderia ser o primeiro caso de transmissão local no país. O estudante de Sydney, a maior cidade australiana, “não esteve no exterior ou teve qualquer contato com alguém que tenha viajado para fora do país”, destacou o ministro da saúde do estado de Nova Gales do Sul, Brad Hazzard. Dois outros alunos da mesma escola estão mostrando sintomas da ômicron e estão sendo testados, acrescentou ele. “No momento não está claro se esta variante em particular será tão problemática quanto as anteriores”, afirmou Hazzard, que insistiu no termo “cautela”. A Austrália havia detectado até agora nove casos da nova mutação do vírus SARS-CoV-2, mas todos eles haviam chegado recentemente do exterior. Na última segunda-feira, as autoridades australianas adiaram a abertura parcial das fronteiras para trabalhadores qualificados vacinados e estudantes estrangeiros até 15 de dezembro, após detectar os primeiros casos da ômicron.

*Com informações da EFE