Avião cai em cidade vizinha a Milão e oito pessoas morrem, incluindo uma criança

Aeronave atingiu um prédio, que estava vazio e fica em rua que relembra acidente aéreo ocorrido em 2001

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2021 13h49 - Atualizado em 03/10/2021 16h36
Antonio Fasani / EFE / ANSA Prédio destruído em Milão após acidente aéreo Prédio atingido estava em reformas e vazio

Um avião de pequeno porte caiu num prédio em San Donato Milanese, cidade vizinha a Milão, na Itália. Todas as pessoas que estavam no avião morreram, um total de oito vítimas – piloto, copiloto e seis passageiros, dos quais um era uma criança. O prédio de dois andares, onde funcionam escritórios e o estacionamento de uma empresa de ônibus, estava vazio por estar passando por uma reforma, então não houve feridos no solo. A aeronave, de modelo turboélice, havia decolado do aeroporto de Linate, em Milão, e viajaria até a ilha da Sardenha, no sul do país europeu.

“Ouvi o barulho de um avião que estava para cair, com as hélices parando, depois ouvi as janelas tremendo e, como em um filme, fui até a janela e vi uma coluna de fumaça se levantar”, contou um jovem que mora a poucos metros do local da tragédia à agência de notícias italiana ANSA. Outra testemunha relatou que a aeronave tinha um motor em chamas. A Agência Nacional para Segurança Aérea (ANSV) já abriu um inquérito para apurar as causas do acidente. Um detalhe mórbido é que o prédio está localizado na rua 8 Ottobre 2001, nomeada em homenagem às vítimas da maior tragédia da aviação italiana, uma colisão entre dois aviões no aeroporto de Linatte em que 118 pessoas morreram.