Avião com 190 pessoas se parte em dois ao aterrissar na Índia

Voo da Air India Express vinha de Dubai e derrapou na pista enquanto aterrissava em Calicute; segundo agências internacionais, há dezenas de mortos, incluindo os dois pilotos da aeronave

  • Por Jovem Pan
  • 07/08/2020 13h36 - Atualizado em 07/08/2020 19h55
Avião se partiu em dois ao pousar no aeroporto de Calicute, no sul da Índia

Um avião com 190 pessoas se partiu ao meio ao fazer um pouco de emergência nesta sexta-feira, 7, no sul da Índia. Segundo agências internacionais, há 17 mortos, incluindo os dois pilotos. “Pelo menos 90 foram transferidas para hospitais da região”, disse o chefe de polícia de Kozhikode, A. V. George. O delegado adjunto da cidade, Sujit Das, afirmou que praticamente todos os passageiros sofreram algum tipo de lesão.

De acordo com relatos da imprensa local, o voo da Air India Express decolou de Dubai rumo a Calicute, no estado de Kerala, na região sul do país. Imagens de emissoras de televisão local mostram a aeronave partida em dois e destroços espalhados pela pista, mas sem focos de incêndio. Segundo informações da NDTV, a aeronave sobrevoou diversas vezes o aeroporto, e fez duas tentativas de pouso antes do acidente.

O avião, modelo Boeing 737, estava em processo de aterrissagem quando se partiu ao meio. O acidente ocorreu por volta das 19h40, no horário local. Chovia forte no momento do acidente. Segundo informações, haviam 184 passageiros, sendo 10 crianças, além dos 6 membros da tripulação. Os passageiros estavam voltando dos Emirados Árabes Unidos em um programa de repatriação do governo indiano diante da pandemia da Covid-19.  Imagens publicadas por S. N. Pradhan, diretor-geral da Força Nacional de Resposta à Desastres do país, publicou nas redes sociais imagens da aeronave acidentada e partida em duas, com diversase equipes de resgate ao redor.

“O voo AI1344 da Air India Express, proveniente de Dubai, derrapou na pista do aeroporto de Kozhikode. A aeronave apresenta danos. São cerca de 180 passageiros a bordo”, escreveu a autoridade local no perfil que mantém no Twitter. O primeiro-ministro da Índia, Narenda Modi, afirmou no Twitter que está “em dor pelo acidente em Kozhikode” e que conversou com autoridades locais para prestar assistência. “Os meus pensamentos estão com os que perderam os seus entes queridos. Que os feridos se recuperem rápido.”

Imagens compartilhadas nas redes sociais revelam momentos após o acidente:

*Com informações da EFE e agências internacionais