Banco Central Europeu poderá ter moeda digital nos próximos 4 anos

Segundo a presidente da instituição, Christine Lagarde, já estão sendo realizados testes para desenvolver uma versão virtual do euro

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2021 17h32 - Atualizado em 10/02/2021 17h51
EFE/EPA/Olivier Matthys / POOLLagarde aposta que Europa deve demorar menos do que a China levou para criar uma moeda digital

O Banco Central Europeu poderá ter uma moeda digital dentro dos próximos quatro anos, afirmou a presidente da instituição, Christine Lagarde, durante um seminário organizado pela revista The Economist. Segundo ela, já foram iniciados as consultas e os testes necessários para desenvolver o euro digital, apesar de admitir que a China está vencendo essa corrida com a iminência do lançamento do yuan digital. Ainda assim, Lagarde disse que espera que a criação da moeda para a zona do euro leve “menos tempo” do que os cerca de seis anos que Pequim dedicou ao preparo da sua criptomoeda.

Lagarde assegurou que a futura moeda digital “não substituirá as notas” de papel e deverá respeitar a privacidade sem facilitar a “venda de dados pessoais ou a exploração dos mesmos”. O euro digital seria canalizado por meio de bancos e “completamente seguro”. “Temos em mente a estabilidade do sistema, devemos ter cuidado para que seja um meio de pagamento e não de especulação, que não seja usado para explorar a estabilidade do sistema bancário”, afirmou. Nesse sentido, Lagarde opinou que “bitcoin não é uma moeda digital”, pois carece dos elementos de “estabilidade necessários” para atender a essa definição.