Biden diz que ataque contra extremistas no Afeganistão ‘não será o último’

‘Sempre que qualquer um machucar os Estados Unidos ou atacar nossas tropas, nós responderemos’, declarou o presidente por meio de um comunicado

  • Por Jovem Pan
  • 28/08/2021 18h04
EFE/EPA/Oliver Contreras / POOLJoe Biden disse que situação no Afeganistão ainda é 'extremamente perigosa'

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou um comunicado neste sábado, 28, afirmando que o ataque contra o braço local do Estado Islâmico no Afeganistão “não será o último”. Biden novamente enfatizou que os Estados Unidos buscarão todos os responsáveis pelo atentado que aconteceu nesta semana perto do aeroporto de Cabul, que deixou dezenas de mortos, entre eles 13 militares americanos. “Sempre que qualquer um machucar os Estados Unidos ou atacar nossas tropas, nós responderemos”, garantiu o presidente americano.

Biden afirmou que a situação no Afeganistão segue “extremamente perigosa”, com ameaça elevada de mais ataques terroristas no aeroporto de Cabul. “Nossos comandantes me informaram que um ataque é altamente provável nas próximas 24 a 36 horas”, advertiu. O presidente disse que orientou um reforço na segurança para garantir a proteção na área. Biden disse ainda que, na sexta-feira, 27, foram retiradas do Afeganistão mais 6,8 mil pessoas, incluindo centenas de americanos. Até agora, deixaram o país nessa operação mais de 117 mil pessoas, informou o mandatário.

*Com informações do Estadão Conteúdo.