EUA: Atrás de Biden em pesquisa, Trump chega ao ponto mais baixo de aprovação

O republicano está 8 pontos percentuais atrás do virtual candidato democrata na pesquisa de intenção de voto para a presidência norte-americana

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2020 17h14
Chris Kleponis/EFEDonald Trump é o atual presidente dos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está em seu ponto mais baixo de aprovação, 40%, após os protestos contra a discriminação racial e a violência policial ocorridos por todo o país e em meio ao aumento dos casos de Covid-19. Trump tem atualmente 58% de desaprovação, de acordo com a mais recente pesquisa realizada pelo Marist Institute for Public Opinion (MIPO) em parceira com a rádio pública nacional NPR e a PBS NewsHour. Desse total, 49% corresponde a pessoas que desaprovam “energicamente” a gestão do mandatário. Segundo a NPR, essa porcentagem de desaprovação “é um recorde nunca antes visto para este ou qualquer outro presidente no passado”.

O levantamento, que entrevistou 1.640 adultos entre os dias 22 e 24 de junho, mostrou também que o político republicano está atrás do rival na corrida eleitoral. O virtual candidato democrata às eleições presidenciais de novembro, Joe Biden, abriu oito pontos percentuais na pesquisa de intenção de voto. Ao serem questionados sobre quem apoiariam se as eleições fossem hoje, 52% dos entrevistados optaram pelo ex-vice-presidente, enquanto 44% escolheram Trump. Em análise de possíveis eleitores por partido, 95% dos democratas se disseram dispotos a apoiar Biden, e 91% falaram o mesmo por Trump. Cerca de 43% dos homens expressaram a intenção de apoiar Biden, enquanto 51% disseram preferir Trump. Já o voto está 60% direcionado para o democrata, enquanto 35% se inclina para o atual mandatário.

Até o momento, Trump tem a preferência de 51% da população branca. Se forem cruzadas as variáveis de raça e educação, 60% dos brancos sem diploma universitário votariam no republicano, porcentagem que cai para 38% no caso dos brancos graduados. Biden tem 91% da intenção de voto da população negra e 59% da comunidade latina. A “NPR” lembrou que a ex-candidata democrata Hillary Clinton chegou a ter 66% do apoio dos latinos em 2016.

*Com informações da Agência EFE