Bombeiros encerram buscas em Miami quase um mês após desabamento de prédio

Ao todo, 97 corpos foram resgatados dos escombros da torre; equipes forenses e engenheiros continuam a trabalhar no local

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2021 17h32 - Atualizado em 23/07/2021 18h32
EFE/Senador Jason PizzoMais de 90 corpos foram retirados dos escombros do prédio que desabou em Miami-Dade

O Corpo de Bombeiros do condado de Miami-Dade, na Flórida, anunciou nesta sexta-feira, 23, que encerrou oficialmente a busca pelos corpos das pessoas mortas no desabamento de um prédio de 12 andares na praia de Surfside. O término das operações ocorre um dia antes do desmoronamento completar um mês. Até o momento, 97 corpos foram encontrados, mas um ainda não foi identificado. Todas as equipes de bombeiros deixaram o local levando as máquinas usadas ao longo de semanas de buscas. Equipes forenses continuam trabalhando com exames de DNA e um engenheiro estrutural contratado para analisar o motivo da queda do prédio afirmou que uma parte da Avenida Collins, que está parcialmente interditada desde o desabamento, pode desabar, já que um trecho dela é sustentado apenas por paredes do estacionamento subterrâneo do edifício que caiu.

A expectativa é de que especialistas sejam contratados para construir estruturas sob a avenida antes da reabertura dela. Nas redes sociais, a prefeita de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, publicou uma foto do momento em que visitou os escombros. “Sou profundamente agradecida aos homens e mulheres que lideraram essa enorme tarefa de tirar milhões de quilos de escombros para trazer algum conforto às vítimas”, afirmou. Ainda na quinta-feira, 22, um juiz de Surfside determinou que familiares de vítimas e sobreviventes receberiam uma compensação mínima de US$ 150 milhões (mais de R$ 780 milhões) correspondente ao seguro e ao valor da venda do terreno. Até o momento, quase 40 famílias receberam US$ 2 milhões. Os valores podem aumentar.