Boris Johnson se desculpa por festas realizadas durante lockdown e promete mudanças no governo

Investigação sobre 16 festas realizadas durante confinamento na sede do governo fez com que o primeiro-ministro tivesse que prestar esclarecimentos ao parlamento britânico

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2022 15h25
EFE/EPA/NEIL HALL / POOL O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson Premiê afirmou que a oposição pode confiar que o governo vá cumprir as mudanças prometidas

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que lamenta as festas realizadas em Downing Street, sede do governo, durante o confinamento adotado para conter a Covid-19. A afirmação foi feita pelo premiê durante conversa no parlamento britânico nesta segunda-feira, 31. Além de lamentar, Johnson disse que vai continuar trabalhando para melhorar a situação. “Entendo e vou consertar isso. […] Sei qual é a pergunta: ‘Dá para confiar que este governo vai cumprir isso?’ Sim dá”, afirmou Johnson quando prometeu mudanças administrativas na sede do governo. Membros da oposição continuaram pedindo a demissão de Johnson, acusando o premiê de ter mentindo anteriormente quando negou a ocorrência de festas. Keir Starmer, do Partido Trabalhista, chamou  Johnson de “homem sem vergonha”. Mais cedo, uma investigação sobre 16 festas realizadas em meio ao lockdown para conter a Covid-19 em 2020 e 2021 denunciou “falhas de liderança e julgamento” no gabinete de Johnson. “Alguns eventos não deveriam ter sido permitidos”, concluiu a responsável pela investigação, Sue Gray, em um relatório entregue a Johnson, que compareceu logo depois ao Parlamento para se explicar.

*Com informações da AFP