Canibal russo é condenado a prisão perpétua por matar e comer os restos mortais de amigos

Eduard Seleznev admitiu ter esfaqueado as vítimas, fervido seus corpos e cozinhado algumas partes para se alimentar

  • Por Jovem Pan
  • 12/02/2021 23h07
Reprodução/ Daily MailEduard Seleznev matou três amigos e comeu partes deles

Eduard Seleznev, de 51 anos, conhecido como o ‘Canibal Arkhangelsk’ foi condenado nesta sexta-feira, 12, a prisão perpétua sem possibilidade de condicional, na Rússia, após um apelo malsucedido de seus advogados. Eduard é acusado de assassinar três de seus amigos e comer partes de seus corpos. Os casos aconteceram entre março de 2016 e março de 2017. As vítimas estavam embriagadas e perderam a consciência, sendo esfaqueadas até a morte pelo criminoso, que admitiu ter fervido os corpos e comido os restos cozidos. No tribunal, Eduard admitiu também ter cozinhado gatos, cachorros, pássaros e outros pequenos animais que encontrou na rua.

Natural de Arkhangelsk, região localizada às margens da Baía do Dvina, no Mar Branco, Eduard foi pego após se mudar para o apartamento de uma de suas vítimas dizendo aos pais do amigo que ele teria ido trabalhar em outra cidade. Seleznev já cumpriu 13 anos de prisão por outro duplo homicídio. Apesar dos detalhes sórdidos da história, o código penal russo não inclui canibalismo, então Eduard foi julgado por assassinato e uso indevido de partes dos corpos das vítimas.