Cinco meses após voltar a funcionar, TikTok é bloqueado novamente no Paquistão por ‘indecência’

Ordem de bloqueio partiu de corte que considerou conteúdo publicado na rede social como indecente e obsceno; TikTok já foi banido por 10 dias no país pelo mesmo motivo em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2021 13h23
EFE/EPA/HAYOUNG JEONAplicativo foi banido pela segunda vez no Paquistão

Pela segunda vez em menos de um ano, o Paquistão vai bloquear a rede social TikTok por acusações de conteúdo indecente. A ordem de bloqueio foi emitida por um juiz local e deve ser cumprida ainda nesta semana pela autoridade de telecomunicações do país de pouco mais de 200 milhões de habitantes. O aplicativo, popular entre os jovens, tem pouco mais de 14 milhões de usuários locais é o terceiro mais baixado no país asiático, ficando atrás apenas do WhatsApp e do Facebook. A rede social foi banida no país por dez dias em outubro de 2020 também por alegações de conteúdos “imorais e indecentes”. Após uma negociação com as autoridades locais, o aplicativo concordou em se moldar às leis paquistanesas para moderar contas e publicações. Representantes do TikTok no país divulgaram nota afirmando que desde 2020 aumentaram as equipes de fiscalização do app e criaram uma série de mecanismos para denunciar e remover conteúdos que violem as regras da comunidade.