Cuba registra primeiro caso da variante Ômicron em médico vindo de Moçambique

País, que tinha aplicado medidas sanitárias para tentar conter a nova cepa no começo do mês, detectou variante em médico voluntário vindo de Moçambique

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2021 11h03
Yander Zamora/EFE pessoas andando na rua em cuba País anunciou detecção do primeiro caso da variante Ômicron nesta quarta-feira

O Ministério da Saúde de Cuba anunciou nesta quarta-feira, 8, o primeiro caso detectado da variante Ômicron da Covid-19. A cepa foi encontrada em um colaborador médico que chegou à ilha vindo de Moçambique em 27 de novembro. O profissional de saúde chegou ao país sem sintomas e se dirigiu à província de Pinar del Río, apresentando febre e dor de garganta um dia depois. Ele fez um teste que confirmou a infecção pelo vírus e dias depois teve a presença da variante detectada em um exame de sequenciamento. De acordo com a plataforma Our World In Data, do começo da pandemia até o momento a ilha registrou 963 mil casos positivos da doença e 8,3 mil mortes. Para conter a variante, o país anunciou no dia 29 de novembro que aplicaria quarentena obrigatória a viajantes de oito países africanos a partir do dia 4 de dezembro. A medida obriga que todos entreguem teste PCR feito em até 72 horas anres do embarque e façam novo exame ao desembarcar.