Donald Trump deixa e hospital e retorna à Casa Branca de helicóptero

Presidente ficou internado por três dias após ser diagnosticado com covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2020 20h47 - Atualizado em 05/10/2020 20h48
EFE/EPA/KEN CEDENO Trump recebeu alta do hospital e voltou à Casa Branca nesta segunda-feira

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou o hospital militar onde ficou internado por três dias após ser diagnosticado com Covid-19. Trump não se sentiu bem na última sexta-feira, e foi encaminhado para o serviço médico. Ele saiu do hospital a pé para entrar no veículo que o conduziu ao helicóptero presidencial Marine One, e já está na Casa Branca.

Trump anunciou que estava infectado com a covid-19 na madrugada da última sexta-feira, 2 de outubro. Ele e a primeira-dama, Melania Trump, foram submetidos a testes depois que Hope Hicks, sua conselheira sênior, e outra assessora, foram diagnosticadas com a doença. Na noite de sexta, ele foi levado ao hospital, segundo o governo, como medida de precaução. No hospital, o presidente tuitou sobre seu estado de saúde e gravou vídeos para mostrar que se sentia bem.

De acordo com a imprensa norte-americana, os sinais vitais do presidente teriam deixado os médicos em alerta, principalmente por conta dos fatores que o colocam no grupo de risco – ele tem 74 anos e está acima do peso. Segundo o The New York Times, ele apresentava dificuldades para respirar, e estava com baixo nível de oxigenação no sangue. No domingo, Trump deu uma volta de carro e acenou aos apoiadores que estavam no entorno do hospital. Mesmo sem o hábito, ele usou máscaras durante o trajeto. Hoje, de volta à Casa Branca, ele tirou o equipamento de segurança assim que chegou.

Mesmo doente, Trump não deixou de lado os esforços para a campanha presidenciável. Do hospital, ele pediu votos pelo Twitter nas primeiras horas da manhã desta segunda. A partir das 6h30 (horário de Washington; 7h30 de Brasília), o republicano começou a tuitar mensagens curtas, todas em letras maiúsculas, pedindo aos seguidores para que votem nele, e citou slogans de campanha e supostas realizações de seu governo. “Lei e ordem. Vote!”, escreveu em um dos posts. Também no Twitter, Melania Trump afirmo que está “bem” e que continuará sua recuperação na Casa Branca.

* Com EFE