Eleições EUA: Homem armado é preso em local de votação na Carolina do Norte

Segundo o Departamento de Polícia de Charlotte, homem foi orientado a deixar o local, mas resistiu e foi preso por invasão de propriedade de segundo grau. De acordo com o jornal The New York Times, ele utilizava um boné de Donald Trump

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2020 20h46 - Atualizado em 03/11/2020 21h14
Reprodução/TwitterHomem estava com arma na mão intimidando eleitores.

Um homem identificado como Justin Dunn, 36, foi preso nas proximidades de um local de votação na cidade de Charlotte, na Carolina do Norte, nesta terça-feira, 3. Segundo o Departamento de Polícia, o homem estava armado, utilizava um boné de Donald Trump e intimidava outros eleitores que votavam no local. As autoridades confirmaram que a arma estava legalizada – o porte de arma de fogo é legal na Carolina do Norte.

Segundo o jornal The New York Times, Dunn teria votado no local pela manhã. Entretanto, ele ficou vagando pela região, o que intimou os eleitores e membros do partido democrata, rival de Trump na eleição, que faziam comício perto do local de votação. A prefeita da cidade, Vi Alexander Lyles estava no grupo. Nas redes sociais, o Departamento de Polícia informou que recebeu um chamado por volta de 12h40 (horário local) e foi ao local. Um oficial conversou com Dunn, falando que sua presença assustava outra pessoas e pedindo para que ele deixasse a área. Como ele se recusou, acabou preso por invasão de propriedade de segundo grau. 

*Com informações do Estadão Conteúdo