Em seu aniversário de 95 anos, rainha Elizabeth fala sobre a morte de príncipe Philip

Monarca aproveitou a data para se dirigir aos ingleses: ‘Enquanto como família estamos em um período de grande tristeza, tem sido um conforto ver e ouvir as homenagens prestadas ao meu marido’

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2021 15h27 - Atualizado em 21/04/2021 19h02
Reprodução/Instagram/theroyalfamilyElizabeth nasceu dia 21 de abril de 1926, em Londres

A  rainha Elizabeth II se pronunciou publicamente pela primeira vez desde a morte de seu marido, o príncipe Philip, que faleceu no último dia 9, na Inglaterra, aos 99 anos. Nesta quarta-feira, 21, a monarca comemora o seu aniversário de 95 anos, e aproveitou a data para se dirigir aos ingleses. “Recebi, por causa do meu aniversário de 95 anos, muitos votos de boa sorte, o que eu aprecio muito. Enquanto como família estamos em um período de grande tristeza, tem sido um conforto para todos nós ver e ouvir as homenagens prestadas ao meu marido, tanto no Reino Unido, na Comunidade e em todo o mundo”, escreveu a rainha. O comunicado foi publicado no Instagram oficial da família real. Este ano, a monarca permanece no Castelo de Windsor durante um período de luto real após a morte do Duque de Edimburgo.

“Minha família e eu gostaríamos de agradecer a todos pelo apoio e pela gentileza demonstrados nos últimos dias. Ficamos profundamente tocados e continuamos a ser lembrados de que Philip teve um impacto extraordinário em inúmeras pessoas ao longo de sua vida”, finalizou Elizabeth. O Duque de Edimburgo, que completaria 100 anos no dia 10 de junho, estava casado com a Rainha Elizabeth II há 73 anos. Juntos, eles tiveram quatro filhos – o Príncipe Charles, a Princesa Anne, o Príncipe Andrew e o Príncipe Edward –, além de oito netos e dez bisnetos. Em toda a história britânica, o Príncipe Philip foi o consorte que serviu mais tempo às suas funções. Elizabeth nasceu dia 21 de abril de 1926, em Londres. Ela foi a primeira filha do Duque e da Duquesa de York, que mais tarde se tornaram o Rei George VI e a Rainha Elizabeth, respectivamente.