Estados Unidos passam a exigir teste negativo de Covid-19 para autorizar entrada no país

Medida anunciada pelo CDC entrará em vigor no dia 26 de janeiro e obrigará visitantes a apresentarem testes negativos para o vírus realizados três dias antes da viagem; a entrada de brasileiros no país segue proibida

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2021 20h17 - Atualizado em 12/01/2021 20h44
EFE/EPA/JUSTIN LANENova York foi um dos epicentros do novo coronavírus nos Estados Unidos

Em uma nova tentativa de conter o avanço da Covid-19, os Estados Unidos anunciaram que irão exigir testes negativos da doença para permitir a entrada de visitantes no país. A medida foi anunciada pelo CDC (Centro de Controle de Doenças, em português) nesta quarta-feira, 12, e entrará em vigor a partir do dia 26. Com a nova determinação, pessoas que entrarem no país deverão apresentar um teste negativo realizado três dias antes do voo. Em caso de recusa a fazer o teste ou apresentar o resultado, as companhias aéreas deverão negar o embarque do passageiro.

Ao justificar a medida, o CDC diz que o teste antes do embarque, aliado às recomendações do órgão de realizar uma nova testagem até cinco dias depois da chegada pode ajudar a frear o avanço da doença nos Estados Unidos. O CDC teme que novas variantes do coronavírus possam entrar no país através de visitantes e aumentar o aumento no número de casos e mortes. Apesar da nova medida, a entrada de brasileiros no país segue proibida. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA são o país mais afetado pela doença, com 22.784.091 casos e 379.551 mortes causadas pela Covid-19.