Estátua da Rainha Elizabeth é derrubada em protesto contra morte de crianças indígenas no Canadá

Além do busto da atual representante do Reino Unido, estátua da Rainha Vitória também foi derrubada; pelo menos uma pessoa foi presa no local

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2021 11h17 - Atualizado em 02/07/2021 16h01
James Harrington/TwitterEstátuas forram derrubadas em Winnipeg

Manifestantes aproveitaram as comemorações do “Dia do Canadá“, que relembra o momento em que o país norte-americano teve uma confederação formalizada por colonos britânicos em 1867, para derrubar estátuas da da Rainha Vitória e da Rainha Elizabeth II e ir às ruas protestar contra a morte de centenas de crianças indígenas nunca documentadas em anos de colonização. As ações foram realizadas na cidade de Winnipeg nesta quinta-feira, 2, semanas após cemitérios com corpos de menores nativos do país serem encontrados no terreno de escolas. As estátuas foram derrubadas com ajuda de cordas e os manifestantes, em sua maioria vestidos de laranja, comemoraram e dançaram sobre os restos de concreto.

A descoberta dos cemitérios nas escolas indígenas fez com que muitas das cidades cancelassem as comemorações do Dia do Canadá e gerou protestos questionando as celebrações envolvendo a colonização britânica no país. O primeiro-ministro Justin Trudeau afirmou que este é um “momento de reflexão” para todos. O canal canadense CBC afirmou que um homem foi preso pela polícia durante a manifestação desta quinta-feira, mas não há informações sobre o motivo da detenção. A suspeita é de que ele estivesse tentando entrar em confronto com manifestantes que derrubaram as estátuas. A província de Manitoba ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. A estátua derrubada da Rainha Vitória foi coberta com uma bandeira do país norte-americano.