EUA admitem que não vacinarão 70% da população adulta até 4 de julho

Em entrevista coletiva, o chefe do grupo de trabalho da Casa Branca contra a pandemia, Jeff Zients, destacou as conquistas alcançadas nos últimos meses, como a redução dos contágios em 90% desde o início deste ano

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2021 15h33 - Atualizado em 22/06/2021 17h20
GUILHERME DIONÍZIO/ESTADÃO CONTEÚDO - 22/06/2021País já imunizou 65% do público-alvo

O governo dos Estados Unidos admitiu nesta terça-feira, 22, que não alcançará a meta de vacinar contra a Covid-19 70% da população adulta com ao menos uma dose até 4 de julho, em grande parte devido ao baixo nível de vacinação entre os mais jovens. Em entrevista coletiva, o chefe do grupo de trabalho da Casa Branca contra a pandemia, Jeff Zients, destacou as conquistas alcançadas nos últimos meses, como a redução dos contágios em 90% desde o início deste ano. No entanto, reconheceu que, para alcançar a “audaciosa” meta estabelecida em março pelo presidente norte-americano, Joe Biden, serão “necessárias algumas semanas a mais”. No momento, 65% da população-alvo já foi vacinada. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, que monitora a pandemia ao redor do mundo, os EUA somam 33.557.204 casos e 602.241 mortes causadas pela Covid-19.

*Com informações da EFE