EUA impõem novas sanções contra integrantes do governo e empresas do Irã

As novas sanções econômicas atingem os maiores produtores de aço, ferro e cobre do país, além de oito funcionários do governo

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2020 13h54
REUTERS/Kevin LamarqueO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira (10) novas sanções econômicas contra oito funcionários de alto cargo do governo do Irã.

Entre os funcionários está o secretário do Conselho de Segurança Nacional Supremo, Ali Shamkhani, e os “maiores produtores” de aço, ferro e cobre do país, uma resposta ao ataque com mísseis a duas bases que abrigavam tropas americanas no Iraque.

“Essas sanções continuarão até que o regime (iraniano) interrompa o financiamento do terrorismo global e se comprometa a nunca ter armas nucleares”, disse o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, em pronunciamento na Casa Branca ao lado do secretário de Estado, Mike Pompeo.

Pelo Twitter, Pompeo informou que conversou com o presidente da Ucrânia, Volodomyr Zelensky,  e prestou condolências pelas 176 mortes decorrentes da queda do avião nesta quarta (8). As autoridades americanas acreditam que não houve falha mecânica, mas sim um ataque do Irã que acabou derrubando o avião minutos após a decolagem do aeroporto de Tehran, no Iraque.

“Estamos prontos para oferecer nosso apoio e assistência na investigação em andamento”, declarou Pompeo.

*Com informações da EFE