‘Família real não é racista’, afirma príncipe William após entrevista de Harry e Meghan

O herdeiro ao trono também admitiu que ainda não conversou com o seu irmão depois que o programa foi ao ar, mas garantiu que pretende fazê-lo

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2021 11h16
EFE/EPA/WILL OLIVERO príncipe Harry disse durante a entrevista que o seu relacionamento com o príncipe William está em "pausa"

O príncipe William negou nesta quinta-feira, 11, que a família real britânica seja racista. Essa foi a primeira vez que o herdeiro do trono teceu comentários sobre a entrevista concedida pelo seu irmão, o príncipe Harry, e pela sua cunhada, Meghan Markle, à apresentadora Oprah Winfrey. Durante o programa exibido no último domingo, 7, o casal afirmou que um parente questionou “quão escura” seria a pele do seu primogênito, Archie. O nome do membro da realeza que fez esse comentário não foi revelado, mas os dois garantiram que ele não foi feito pela rainha Elizabeth II e nem pelo seu marido, o príncipe Philip. Após a revelação, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado garantindo que tinha levado as acusações de racismo “muito a sério” e que elas seriam tratadas internamente pela família.

Durante a entrevista, o príncipe Harry também contou à Oprah Winfrey que está sem contato com o seu pai, o príncipe Charles, e que o seu relacionamento com o irmão estava em “pausa”. “Meu pai e meu irmão, eles estão presos. Eles não conseguem sair”, afirmou. Nesta quinta-feira, 11, o príncipe William afirmou que não conversou com o seu irmão desde que a entrevista foi ao ar no domingo, 7, mas que pretende fazê-lo. Os comentários foram feitos durante uma visita a uma escola em Londres. O herdeiro ao trono compareceu, junto com a sua esposa Kate Middleton, à reabertura da instituição, que faz parte de um projeto de saúde mental no ensino primário.