‘The Crown’ da vida real: Veja as principais revelações da entrevista com Meghan Markle e príncipe Harry

Durante a conversa com Oprah Winfrey, o casal falou sobre pensamentos suicidas, episódios de racismo e desamparo emocional e financeiro e ainda comentou sobre outros membros da família real

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2021 17h50 - Atualizado em 08/03/2021 17h52
EFE/EPA/NEIL HALLO príncipe Harry e Meghan Markle se mostraram aliviados por terem tomado a decisão de romper com a família real britânica

A tão aguardada entrevista da apresentadora Oprah Winfrey com o príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle foi transmitida neste domingo, 7, pela emissora de televisão norte-americana CBS. Apesar dessa ter sido a primeira vez que o casal falou abertamente sobre o período em que foi membro da família real britânica, o público já esperava que o programa seria repleto de polêmicas. Isso porque, antes mesmo de romper com a monarquia em 2020, o príncipe Harry já vinha expressado descontentamento com o tratamento que os tabloides britânicos deram a Meghan Markle, atriz de origem afro-americana com que teve o seu primeiro filho, Archie. O casal expressou alívio em ter se mudado para os Estados Unidos. Enquanto ele revelou que se sentia preso em sua própria vida, ela afirmou que o marido salvou a ela e seu filho ao tomar essa decisão. Veja quais foram as principais revelações da entrevista de duas horas:

Suicídio

Uma das declarações mais sérias foi feita por Meghan Markle, que afirmou que a sua vida como membro da realeza a levou a ter pensamentos suicidas. “Eu só não queria mais estar viva e esse era um pensamento muito claro, real, assustador e constante”, disse. A atriz relatou que tinha vergonha de admitir o que estava passando para o seu marido, mas que isso acabou sendo necessário para que ela não acabasse de fato tirando a própria vida. A duquesa de Sussex chegou a perguntar a um membro da realeza, cujo nome não foi revelado, sobre a possibilidade de procurar ajuda médica, mas ouviu em resposta que isso não seria possível porque “não seria bom para a instituição”.

Racismo

Desde o início do relacionamento entre o príncipe Harry e a atriz Meghan Markle, os tabloides britânicos foram cruéis com a atriz afro-americana, a quem dirigiam comentários racistas. A grande surpresa foi o casal ter revelado em entrevista à Oprah Winfrey que as origens da duquesa de Sussex também influenciaram na forma como eles foram tratados pela família. A realeza britânica decidiu, por exemplo, não conceder um programa de proteção ou um título ao filho do casal, Archie. Meghan Markle também revelou que enquanto estava grávida do seu primogênito havia “preocupações e conversas sobre o quanto sua pele poderia ser escura quando ele nascesse”. O príncipe Harry confirmou a informação, mas preferiu não revelar qual membro da família fez o comentário racista. “Essa conversa eu nunca vou compartilhar. Na época, foi estranho, fiquei um pouco chocado”, se limitou a dizer.

Desamparo

Em outro ponto da conversa com Oprah Winfrey, Meghan Markle disse que após o seu casamento com o príncipe Harry ela começou a perceber que não era protegida pela realeza britânica enquanto instituição. Os tabloides britânicos faziam circular críticas sobre o seu comportamento e rumores sobre ela ter cometido assédio moral contra alguns funcionários do Palácio de Kensington, onde o casal morava. No entanto, nada era feito para corrigir essas narrativas.  Segundo a atriz, a instituição não estava disposta a dizer a verdade para proteger a ela e ao seu marido, mas estavam dispostos a mentir para proteger outros membros da família. Ao mesmo tempo, ela eram impedida de revelar ao mundo o que estava acontecendo. “A triste ironia desses últimos quatro anos é que eu defendi por tanto tempo que as mulheres usassem suas vozes, mas acabei sendo silenciada”, afirmou.

Corte financeiro

A maioria dos membros da família real britânica recebe dinheiro todos os anos do cofre da família em troca do cumprimento de seus compromissos oficias. No entanto, quando o príncipe Harry apresentou Meghan Markle à sua família, alguns parentes sugeriram que ela continuasse com o trabalho de atriz. “Porque não havia dinheiro suficiente para pagar por ela”, relatou o príncipe. “Antes mesmo de nos casarmos já havia alguns sinais óbvios de que isso seria muito difícil”, contou. O casal também teve dinheiro negado para pagar por um programa de segurança para o seu filho recém-nascido. Quando se mudaram para os Estados Unidos, então, o corte financeiro foi total. “Eu tenho o que minha mãe me deixou e, sem isso, não teríamos sido capazes de fazer isso”, completou.

Rainha Elizabeth II

O príncipe Harry negou os rumores de que ele não teria avisado previamente a sua avó, a rainha Elizabeth II, sobre a sua decisão de romper com a família real britânica e se mudar para os Estados Unidos em 2020. “Eu nunca surpreendi minha vó. Tenho muito respeito por ela”, afirmou. Ele e Meghan Markle também contaram histórias positivas de momentos vividos com a rainha Elizabeth II, tanto no período em que ainda faziam parte da família real quanto em encontros posteriores à decisão de afastarem dos seus papéis como membros da realeza.

Príncipe Charles

O tom mudou sensivelmente quando Harry e Meghan abordaram outros membros próximos da família real, como o príncipe Charles. “Eu tive três conversas com minha avó e duas conversas com o meu pai antes dele parar de atender minhas ligações. Eu me sinto muito decepcionado porque ele passou por algo semelhante. Eu estava vendo a história se repetindo. Mas de uma forma talvez mais ou definitivamente mais perigosa, porque você adiciona a raça e adiciona as redes sociais. E quanto estou falando sobre a história se repetindo, estou falando sobre minha mãe”, disse se referindo à maneira que princesa Diana foi assediada pela imprensa antes da sua trágica morte.

Kate Middleton

Outro boato que rendeu várias capas de tabloides britânicos foi um suposto desentendimento entre Kate Middleton e Meghan Markle. Quando ainda era noiva do príncipe Harry, a atriz foi acusada pela mídia de ter levado a sua cunhada às lágrimas após a prova do vestido de daminha de honra da princesa Charlotte. Durante a entrevista exibida neste domingo, 7, Meghan indica que o que aconteceu foi o contrário. Segundo a atriz, poucos dias antes do casamento Kate de fato estava chateada com Meghan por algo relacionado aos vestidos das daminhas de honra e a fez chorar por causa disso. “Esse foi um ponto decisivo. Realmente feriu meus sentimentos”, afirmou. Mais tarde, Kate teria enviado flores à Meghan como um pedido de desculpas.

Príncipe William

O príncipe William foi pouco mencionado durante a entrevista. No entanto, o príncipe Harry comentou durante a entrevista que o relacionamento dos dois está distante no momento.

Gravidez

Nem todas as revelações feitas por Meghan Markle e príncipe Harry foram tristes. O casal anunciou durante a entrevista com Oprah Winfrey que estão esperando o nascimento de uma menina. “Apenas grato. Ter qualquer filho, um ou dois, seria incrível. Mas ter um menino e uma menina, o que mais você poderia querer? Agora temos nossa família, nós quatro e nossos dois cães. É ótimo”, concluiu Harry.