Governador do Texas confirma 10 mortos e 10 feridos em massacre em escola

  • Por Agência EFE
  • 18/05/2018 17h28
Reprodução/TwitterNa entrevista coletiva, Abbott revelou também que o suspeito, Dimitris Pagourtzis, conseguiu as armas no arsenal do pai

O governador do Texas, nos Estados Unidos, o republicano Greg Abbott, informou nesta sexta-feira (18) que o massacre cometido por um atirador em uma escola de ensino médio em Santa Fé, no sudeste do estado, provocou a morte de dez pessoas, a maioria deles estudantes, e deixou outros dez feridos que, neste momento, se encontram hospitalizados.

Na entrevista coletiva, Abbott revelou também que o principal suspeito da tragédia, Dimitris Pagourtzis, de 17 anos e estudante do próprio centro, conseguiu as armas no arsenal que seu pai mantinha na casa da família.

O jovem atacou seus colegas armado com um fuzil de assalto, uma pistola e vários artefatos explosivos, entre os quais havia coquetéis molotov elaborados por ele mesmo.

Segundo as informações obtidas através do telefone celular e do computador pessoal de Pagourtzis, a intenção do suspeito era se suicidar depois de provocar o massacre.

“Temos duas metas, a primeira é resolver esse tema de forma correta e garantir o apoio necessário às vítimas; em segundo lugar, é hora de fazer algo mais do que orar por elas”, detalhou Abbott.

O governador texano anunciou que, na próxima semana, serão iniciadas diferentes mesas de debate para conseguir um pacote de medidas, com o objetivo de evitar que “essas tragédias voltem a se repetir no Texas”.

O governador esclareceu que essas mesas terão a participação de todos os atores da sociedade: desde vítimas nos massacres, estudantes, pais, autoridades políticas, e até defensores das armas com base na Segunda Emenda da Constituição dos EUA, uma lei que permite a posse de armas como medida de defesa pessoal.

“Mais uma vez, o Texas viu o rosto da maldade. É preciso fazer o possível para acabar com isso, para parar com os tiroteios nas escolas, para acabar com a posse de armas por pessoas equivocadas”, acrescentou o senador republicano Ted Cruz.

Em um comunicado divulgado anteriormente, o escritório do governador declarou que as bandeiras do Texas devem ser hasteadas a meio mastro em todo o estado até 22 de maio em sinal de respeito.

Santa Fé, uma cidade de 12 mil habitantes situada 55 quilômetros a sudeste de Houston, viveu hoje o pior massacre dentro de uma escola no país depois do ocorrido em 14 de fevereiro em um centro de ensino médio em Parkland, na Flórida, quando morreram 17 pessoas.