Grupo armado invade velório no México, mata oito e fere 14

Ministério Público disse que foi uma ‘ação de criminosos que operam na área’; ninguém foi preso

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2020 16h36
EFE/STRViolência no México é alarmante

Homens armados invadiram o velório de um rapaz que morreu em um acidente de trânsito em Cuernavaca, no México, mataram oito pessoas e feriram outras 14, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira, 2, pela Procuradoria Geral do Estado de Morelos (FGE). De acordo com as investigações da FGE, a invasão aconteceu por volta das 22h desta terça-feira (meia-noite de hoje em Brasília) a bordo de vários veículos e dispararam longas sequência de tiros contra os presentes.

“Nas primeiras investigações que temos, foi estabelecida uma linha sólida de investigação que os atos de violência registrados são derivados da ação de grupos criminosos, que operam na área da qual temos informações sobre eles”, declarou o Ministério Público estadual. O relatório oficial aponta que quatro jovens identificados como Edgar Alexander “N”, de 18 anos, Roberto Eduardo “N”, de 21, Marcelino Alejandro “N”, de 18 e D.J.L., de 16, morreram no local do ataque. Depois de ter dado entrada em um hospital, foi feita a remoção legal do corpo sem vida da pessoa identificada como Oscar David “N”, de 21 anos de idade.

Mais tarde, membros do Instituto Médico Legal encontraram Aylin Sherezada “N”, de 25 anos de idade, morto nas instalações da Cruz Vermelha, assim como o menor D.M.B., de 15 anos de idade. Além disso, outro homem, Victor Omar “N”, de 31, morreu no Hospital Geral do Instituto Mexicano de Seguridade Social (IMSS) em Cuernavaca. Ainda de acordo com a FGE, até 14 pessoas foram feridas, entre homens e mulheres, incluindo dois adolescentes. No local, os peritos recolheram várias provas balísticas para investigação.

*Com Agência EFE