Homem é preso após colar portas de farmácia para impedir imunização de 500 pessoas na Inglaterra

Hayden Brown, de 53 anos, foi condenado a três meses de prisão e se declarou culpado; local atacado por ele tinha sido alvo de outras duas ações contra vacina em novembro

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2021 16h51
Norfolk Police/Twitter/DivulgaçãoHomem de 53 anos foi preso após colar fechaduras de farmácia nos EUA

Um homem de 53 anos foi condenado a três meses de prisão na Inglaterra após usar supercola para grudar as portas de uma farmácia que era usada como ponto de vacinação contra a Covid-19 na cidade de Gorleston. Hayden Brown foi levado a julgamento nesta quarta-feira, 1º, e se declarou culpado pelo crime cometido na última sexta-feira, 26. Ele foi flagrado por câmeras de segurança colocando a cola nas fechaduras da Pharmacy Express, espaço que já tinha sido alvo de ações de pessoas anti-vacinas duas vezes desde o início da imunização no país. Por causa das ações dele, 504 pessoas em situação vulnerável não conseguiram se imunizar na última sexta-feira. Após identificar o suspeito, a polícia foi até a casa de Brown. No local, eles encontraram maconha, o que fez com que ele também fosse enquadrado por posse de “drogas de classe B”. “As ações dele fizeram com que mais de 500 pessoas deixassem de receber suas doses. A maior parte dessas pessoas era mais velha e teve grande estresse causado por essa interrupção [na imunização]”, afirmou o Superintendente da Polícia de Norfolk, Nathan Clark, no julgamento do suspeito.