Homem esfaqueia quatro pessoas antes de ser detido por civis em supermercado na Nova Zelândia

A primeira-ministra Jacinda Arden afirmou que a motivação do ataque ainda está sendo investigada, mas que não há indícios de se tratar de um ato de terrorismo

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2021 11h06
Reprodução Twitter NZHeraldEntre os feridos estão dois funcionários da rede de supermercados neozelandesa Countdown

Um homem empunhando duas facas feriu quatro pessoas, três delas criticamente, em um supermercado de Dunedin, na Nova Zelândia, nesta segunda-feira, 10. Antes mesmo da chegada da polícia, o autor do crime foi detido por civis que estavam no local, em ações que o superintendente Paul Basham classificou como “nada menos que heroicas”. “Acho que aqueles que intervieram, alguns dos quais ficaram feridos, agiram de forma altruísta e com grande coragem para impedir que este homem machucasse outra pessoa”, disse ele em coletiva de imprensa. As quatro vítimas foram levadas para hospitais da região e o próprio agressor teve que receber atendimento médico sob vigilância policial. Ele deve comparecer ao tribunal na terça-feira, 11. A primeira-ministra Jacinda Arden afirmou que a motivação do ataque ainda está sendo investigada, mas que não há indícios de se tratar de um ato de terrorismo.