Hong Kong e Macau suspendem uso da vacina da Pfizer contra a Covid-19

A farmacêutica alemã BioNTech reconheceu a existência de um defeito nas tampas dos frascos dos imunizantes que foram enviados aos territórios autônomos da China

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2021 11h21
EFE/EPA/JEROME FAVREGrupo de pessoas se depara com centro de vacinação fechado após suspensão do uso do imunizante da Pfizer em Hong Kong

Hong Kong e Macau suspenderam temporariamente o uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a BioNTech. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira, 24, depois que as empresas farmacêuticas informaram os territórios autônomos da China que um lote do imunizante estava com defeito nas tampas dos frascos. De acordo com balanço mais recente, 152.200 pessoas já tinham recebido essa vacina em Hong Kong e 39.257 em Macau. Integrantes do Departamento de Saúde de Hong Kong se reunirão nas próximas horas com a Fosun Industrial, parceira da Pfizer e da BioNTech para distribuição na China, com o objetivo de saber mais detalhes e acompanhar o incidente. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, Hong Kong já teve 11.410 casos de infecção confirmados, enquanto em Macau foram apenas 48.

*Com informações da EFE