Hospital faz primeiro transplante de córnea artificial do mundo e idoso cego recupera visão

Identificado como Jamal Furani, o paciente estava há 10 anos sem enxergar por uma deformidade na córnea

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2021 14h14
CorNeat VisionApós remover os curativos, o paciente já foi capaz de reconhecer familiares e ler um texto

Um homem de 78 anos recuperou a visão após receber um implante de córnea artificial. O procedimento foi feito pelo professor Irit Bahar, diretor do Departamento de Oftalmologia no hospital Rabin Medical Center, em Israel. Após a cirurgia, o profissional disse que o resultado “superou todas as expectativas”. Para Bahar, o momento em que o paciente pode enxergar novamente foi “emocionante e significativo”. “Temos orgulho de estar na vanguarda deste projeto emocionante e significativo que, sem dúvida, impactará a vida de milhões.”, disse.

Segundo informações da startup israelense CorNeat Vision, empresa responsável pela fabricação do implante artificial KPro, o paciente, identificado como Jamal Furani, estava há 10 anos sem enxergar por uma deformidade na córnea. Após remover os curativos, o paciente já foi capaz de reconhecer familiares e ler um texto. Para o co-fundador da empresa, Dr. Gilad Litvin, foi emocionante poder, depois de anos de trabalho, testemunhar o momento em que um ser humano recuperou a visão com um implante artificial. “Testemunhar um outro ser humano recuperar a visão no dia seguinte foi eletrizante e emocionalmente comovente”, afirmou.

O chamado CorNeat KPro é um implante desenvolvido para substituir córneas deformadas, com cicatrizes ou opacificadas. A expectativa da empresa responsável pelo produto é que os pacientes recuperem totalmente a visão após o procedimento de implantação, considerado simples. Agora, a empresa espera conseguir com a alternativa sintética mudar a vida de milhões de pessoas que possuem deficiência visual relacionada à córnea.