Itália: Basílica de São Francisco de Assis tem 18 casos da Covid-19 entre religiosos

Os primeiros testes positivos foram de noviços que tinham acabado de chegar ao mosteiro, vindos de países do exterior

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 11h31
EFE/EPA/FILIPPO VENEZIAO responsável pela comunicação da Basílica garantiu que os freis mantêm o compromisso com a comunidade e seguem "rezando"

Um total de 18 religiosos que vivem na Basílica de São Francisco de Assis, na Itália, testaram positivo para a Covid-19, o que não impediu, no entanto, a reabertura do templo para os turistas, conforme anunciou nesta segunda-feira, 10 a assessoria de imprensa do local. No convento, inicialmente, houve oito casos, o que levou a todos que moram nas dependências da Basílica a serem testados, o que revelou mais quatro freis e 14 noviços infectados. Os primeiros testes positivos foram de noviços que tinham acabado de chegar ao mosteiro, vindos de países do exterior.

“Todos estão isolados e em bom estado de saúde”, disse o chefe da assessoria de imprensa do templo, o padre Enzo Fortunato. O responsável pela comunicação da Basílica garantiu que os freis mantêm o compromisso com a comunidade e seguem “rezando”, enquanto as instalações estão abertas para receber peregrinos de todo o planeta. “Tudo é feito com as precauções e as medidas que estão em vigor”, explicou Fortunato. Neste domingo, a Itália registrou mais 463 casos de infecção pelo novo coronavírus, o que elevou o total para 250.566. O balanço de mortes chegou a 35.205.

*Com informações da EFE