Blitz contra aglomeração em praia gera revolta na Bélgica

Irritados com a intervenção, os banhistas atacaram os policiais com cadeiras e guarda-sóis; 120 pessoas acabaram detidas

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2020 06h32 - Atualizado em 10/08/2020 08h04
EFE/Enric FontcubertaA briga começou quando os agentes tentavam orientar um grupo de jovens sobre o cumprimento do distanciamento social na areia

A praia de Blankenberge, na Bélgica, se transformou em um campo de batalha entre banhistas e a polícia neste final de semana. A briga começou quando os agentes tentavam orientar um grupo de jovens sobre o cumprimento do distanciamento social na areia. Irritados com a intervenção, os banhistas atacaram os policiais com cadeiras e guarda-sóis. Mais policiais precisaram ser chamados e 120 pessoas acabaram detidas.

Após a confusão e com as altas temperaturas do verão europeu, a prefeita da cidade decidiu interromper o serviço de trem da estação balneária.  Na capital Bruxelas, as infecções pela Covid-19 não param de subir e os moradores das áreas mais afetadas temem novas restrições. Com 12 milhões de habitantes, a Bélgica tem ao menos 9.870 mortes e 73.401 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia.

*Com informações da repórter Lívia Fernanda