Itália bate recorde e registra 993 mortes por Covid-19 em 24 horas

Com os novos dados, país soma 58.038 óbitos causados pela doença desde o início da pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2020 15h43 - Atualizado em 03/12/2020 17h23
EFE/EPA/ANDREA MEROLATambém foram registrados 23.225 casos da doença no período.

O Ministério da Saúde da Itália informou que foram registradas 993 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o que se tornou a pior marca registrada em um único dia desde o começo da pandemia. Os números foram divulgados nesta quinta-feira, 3. Com a atualização, o total de vítimas fatais subiu para 58.038. No mesmo período, o governo contabilizou 23.225 novos casos, elevando o total de infectados desde o começo da pandemia para 1.664.829. Segundo a pasta, no período, foram realizados 226 mil testes para detectar a presença do vírus. Cerca de um terço das mortes notificadas no país aconteceram na região da Lombardia, que vem sendo fortemente atingida pela doença.

Apesar do alto número de novas mortes, os dados do Ministério da Saúde mostram um achatamento da curva de contágio, uma vez que a média diária de novos casos em novembro girava em torno de 40 mil. O número de pessoas internadas em hospitais e unidades de saúde também está caindo. No momento, existem 759.982 casos ativos, dos quais 35.369 estão internados, sendo que 3.597 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Os números são menores do que os de ontem.  Ainda nesta quinta, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fará um pronunciamento anunciando restrições para as celebrações de Natal e Ano Novo. Deslocamentos entre cidades diferentes já foram proibidos pelas autoridades.

*Com informações da EFE