Kim Jong-un reaparece em público; agência estatal não divulga novas fotos

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2020 19h50
KCNA/EFEKim Jong-un não aparece publicamente há mais de duas semanas

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, fez sua primeira aparição na imprensa estatal nesta sexta-feira (1º), após ter permanecido afastado por cerca de 20 dias, o que gerou rumores sobre sua saúde e até sobre a sua morte.

A mídia oficial do regime noticiou que Kim participou de uma cerimônia que marcou a conclusão da construção de uma fábrica de fertilizantes em Sunchon, na província de Pyongan Sul.

É a primeira aparição do líder norte-coreano em cerca de três semanas, uma longa ausência que, aliada ao fato de ele não ter participado de vários eventos importantes do regime, desencadeou em rumores de todo o tipo, desde morte por um problema no coração até medo do novo coronavírus.

Kim participou do evento em Sunchon e cortou uma fita nas instalações, de acordo com a agência estatal norte-coreana “KCNA”, que não divulgou imagens da inauguração da fábrica até o momento.

Desde o dia 12 de abril, a mídia oficial não relatava atividade ou publicava uma foto atual de Kim Jong-un, embora desde então tenha anunciado que o líder havia enviado mensagens de apreço aos trabalhadores e cartas diplomáticas.

Nesse contexto, marcado por sua vez pela pandemia do vírus SARS-CoV-2, e tendo em vista a opacidade tradicional do regime norte-coreano, a imprensa ao redor do mundo, sempre citando fontes anônimas, chegou a falar que a saúde de Kim era delicada devido a uma suposta cirurgia cardíaca, que até agora não foi confirmada nem descartada oficialmente.

*Com informações da EFE