Maduro diz que Venezuela vacinou 50% da população; OMS fala em 20,6%

Em discurso, presidente venezuelano não apresentou fonte dos dados, não especificou o público ao qual se referia e também não explicou se falava de vacinação completa ou apenas com uma dose

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2021 06h15 - Atualizado em 09/10/2021 10h32
EFE/ Prensa MirafloresOMS contradiz presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, sobre percentagem total de vacinados no país

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta sexta-feira, 8, que o país “alcançou a meta de 50%” da população “geral” vacinada contra a Covid-19, sem especificar se o dado se refere a pessoas que receberam uma ou duas doses. No seu discurso, Maduro não explicou quais faixas etárias ou setores ele se referiu quando citou a “população em geral”, nem se incluía na vacinação jovens de três a 17 anos, que ele havia garantido, em agosto, que começariam a ser vacinados em outubro. Por outro lado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que 6.190.629 pessoas foram vacinadas na Venezuela com a dosagem completa, o equivalente a 20,6% da população, e 9.926.613 receberam apenas a primeira dose, o que representa 30% dos venezuelanos.

“Tenho que informar que, como nos comprometemos com a Venezuela, hoje estamos chegando a 50% da população em geral vacinada”, disse Maduro durante um evento do dia do médico comunitário integral. Segundo o presidente da Venezuela, o governo pretende atingir 70% da população vacinada até 31 de outubro, sem especificar, mais uma vez, se o número se refere ou não ao esquema vacinal completo ou parcial. “Hoje atingimos 50% das pessoas vacinadas, e em 31 de outubro chegaremos a 70%”, declarou. Ainda de acordo com ele, 2,6 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 chegarão ao país neste sábado através do mecanismo Covax, embora ele não tenha explicado de qual empresa farmacêutica elas são provenientes.

*Com informações da EFE