México acerta com a Rússia compra de 24 milhões de doses da Sputnik V

O acordo foi feito por telefone entre o presidente Andrés Manuel López Obrador, que testou positivo para a Covid-19 neste domingo, e Vladimir Putin

  • Por Jovem Pan
  • 25/01/2021 20h54
Reprodução Twitter LopezObradorO anúncio da compra da Sputnik V foi feito um dia depois do presidente do México testar positivo para a Covid-19

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, acertou a compra de 24 milhões de doses da Sputnik V com o chefe de governo da Rússia, Vladimir Putin. O acordo foi feito nesta segunda-feira, 25, durante uma conversa telefônica, quando também ficou combinado que as vacinas contra Covid-19 devem ser entregues ao país latino ao longo dos próximos dois meses. “Conversamos com o presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, e ele foi genuinamente afetuoso. Convidei-o a visitar o México e lhe agradeci pela decisão de nos enviar 24 milhões de doses de vacina Sputnik V para os próximos dois meses”, anunciou López Obrador através das redes sociais. O presidente mexicano anunciou ter testado positivo para o novo coronavírus neste domingo, 24.

O México iniciou a sua campanha contra a Covid-19 em 24 de dezembro com o imunizante desenvolvido pela Pfizer em parceria com a BioNTech. Em janeiro, o país também autorizou o uso emergencial da vacina da Moderna. Agora, o governo mexicano está prospectando a aplicação da Sputnik V e também da fabricante chinesa CanSino, que ainda não foram liberadas pelo órgão regulador do país. Seu objetivo é imunizar um milhão de médicos e enfermeiros só esse mês. Depois disso, para fevereiro e março, a meta é vacinar 15 milhões de idosos para reduzir drasticamente a mortalidade da pandemia.

*Com informações da EFE