México confirma morte de jovem de 19 anos após terremoto; 1,6 milhão estão sem energia

Homem identificado como Eliodoro Hurtado morreu no estado de Guerrero; ele estaria dirigindo motocicleta no momento do tremor e se desequilibrou do veículo

  • Por Jovem Pan
  • 08/09/2021 12h00
Reuters/StringerMais de 1,6 milhão de pessoas estão sem energia após terremoto no México

Um homem de 19 anos morreu e 1,6 milhão de pessoas ficaram sem energia elétrica na noite desta terça-feira, 7, após um terremoto de 7 graus na Escala Richter atingir a região sudoeste do México. De acordo com o monitoramento meteorológico dos Estados Unidos, os tremores tiveram como epicentro um ponto a quatro quilômetros de distância da cidade de Los Órganos de San Agustín e foram registrados a uma profundidade de 12,6 quilômetros. Vídeos de câmeras de segurança e gravados por pessoas nas ruas mostraram a magnitude dos tremores e uma série de fenômenos luminosos no horizonte, que podem ter sido causados pela potência do atrito das placas tectônicas nas regiões. Um alerta de tsunami foi emitido para a região do balneário de Acapulco, maior cidade nas imediações do terremoto, mas foi suspenso em alguns minutos.

Segundo agências meteorológicas internacionais, pelo menos 92 tremores secundários foram sentidos após o primeiro registro do terremoto. O jovem de 19 anos que morreu foi identificado como Eliodoro Hurtado. Ele vivia no estado de Guerrero e segundo a Guarda Civil de Luces del Mar, onde o corpo de Eliodoro foi encontrado, ele teria perdido o controle da motocicleta que estava dirigindo e caído no meio da pista. Os tremores foram sentidos em diversas partes do país. Na Cidade do México, localizada a mais de 350 quilômetros do epicentro, o sistema de metrô foi momentaneamente paralisado para passar por uma vistoria de segurança. A energia ainda não foi restaurada em parte do país e o valor dos danos estruturais causados aos municípios também não foi divulgado.