Ministro morre tentando salvar vida de cineasta na Rússia

Membro do governo estava em região da zona ártica do país e teria pulado de penhasco para tentar resgatar Aleksandr Melnik, que gravava um filme no local

  • Por Jovem Pan
  • 08/09/2021 12h31
The Presidential of Russia Press and Information OfficeMinistro Yevgeny Zinichev em reunião com presidente Vladmir Putin

O ministro de Emergências da Rússia, Yevgeny Zinichev, morreu na última terça-feira, 7, enquanto salvava a vida de uma pessoa durante a realização de exercícios, informou a pasta nesta quarta-feira, 8. De acordo com um comunicado oficial, citado pela agência “RIA Novosti”, Zinichev, de 55 anos, que ocupava a pasta desde janeiro de 2020, faleceu durante o cumprimento de suas funções em exercícios de proteção da “zona ártica contra emergências”. A nota indica que o trágico evento ocorreu na cidade de Norilsk, localizada no Círculo Polar Ártico, sem fornecer mais detalhes. O Ministério de Emergência explicou que Zinichev morreu na tentativa de salvar o cineasta Aleksandr Melnik, que estava no Ártico para fazer um documentário sobre o desenvolvimento da região e da Rota Marítima do Norte. Melnik teria caído de um penhasco na água e Zinichev pulou para tentar ajudá-lo. Nenhum dos dois voltou com vida. A morte do ministro russo gerou uma onda de reações políticas e manifestações de condolências no país. Uma delas foi do presidente russo Vladimir Putin, que descreveu a morte do oficial como uma “grande perda” por comunicado emitido pelo Kremlin.