Nasa busca voluntários para participar de simulação de missão em Marte

Grupo de pessoas deve ficar isolado por mais de um ano em ambiente que simula espaço fora da Terra; apenas pessoas entre 30 e 55 anos poderão se inscrever

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2021 13h33 - Atualizado em 10/08/2021 15h58
ICON-NASA/DivulgaçãoSelecionados deverão passar meses dentro de cápsula que simula missão em Marte

A agência espacial norte-americana, Nasa, anunciou na última sexta-feira, 6, que abriu inscrições para voluntários que queiram participar de uma simulação de missão em Marte, passando um ano “preso” em um espaço que imita a vida no planeta vermelho a partir do segundo semestre de 2022. Os astronautas deverão cumprir uma série de missões que seriam vividas em uma viagem para fora do planeta e buscar soluções para problemas que poderiam ser registrados, como limitações de recursos, falha de equipamentos, atrasos na comunicação com a Terra e outras questões ambientais. “Funções da tripulação podem incluir caminhadas espaciais simuladas, pesquisas científicas, uso de realidade virtual ou controles robóticos e trocas comunicacionais”, diz trecho do documento divulgado pela agência. A missão consiste em quatro pessoas convivendo em um espaço de 150m² chamado Mars Dune Alpha, feito em uma impressora 3D pela agência.

Para se inscrever no programa, é necessário ser cidadão ou residente permanente nos Estados Unidos, ter entre 30 e 55 anos de idade, ser fluente em inglês, saudável e não fumar. A agência afirmou que seguirá o mesmo critério de seleção dos astronautas, priorizando aqueles que tenham mestrados em campos da engenharia, matemática, biologia, física ou ciências da computação com pelo menos dois anos de experiência na área. Aqueles que têm formação médica, doutorado com pelo menos dois anos de trabalho na área de ciência e tecnologia ou pelo menos mil horas de formação de piloto também podem ser considerados na seleção. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de setembro pela internet e os finalistas da seleção precisarão passar por avaliação médica, psicológica e psiquiátrica, já que passarão por um longo período de isolamento. Todos devem receber compensação financeira, mas o valor do “salário” não foi divulgado pela Nasa.