No Iraque, Papa Francisco tem encontro histórico com aiatolá Ali al-Sistani

Papa encontrou clérigo xiita e afirmou que ‘o terrorismo trai a religião’ durante visita considerada como ‘perigosa’; forte esquema de segurança foi montado para ele

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2021 08h03
Vatican Media/­Handout via REUTERSPapa Francisco fez encontro com aiatolá Ali al-Sistani neste sábado

Durante visita de três dias ao Iraque, realizada sob forte esquema de segurança, o Papa Francisco fez neste sábado, 6, um encontro com o maior clérigo xiita do país, o aiatolá Ali al-Sistani. A visita, realizada na cidade de Najaf, marcou a primeira vez que o maior representante da igreja católica encontra pessoalmente um clérigo xiita de tamanho papel no país. “Quem acredita em Deus não tem inimigos para combater. A verdadeira religiosidade é adorar a Deus e amar o próximo”, declarou o pontífice no local. Ele também fez apelos pela paz e disse que “o terrorismo trai a religião”. Após o encontro, o Papa viajou até as ruínas do possível local de nascimento de Abraão, o sítio histórico da antiga Ur, que tem mais de 4 mil anos de existência.