No Texas, milhões de pessoas continuam sem água e luz após nevascas

Além disso, as contas de energia elétrica das residências que continuaram sendo abastecidas na última semana chegaram com valores exorbitantes devido à alta demanda

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2021 11h54
EFE/EPA/Ralph LauerO Texas continua em estado de emergência uma semana após onda de frio que atingiu quase todos os Estados Unidos

Já se passou uma semana desde que uma das piores nevascas dos últimos anos atingiu os Estados Unidos, fazendo com que as temperaturas caíssem até -18ºC e causando ao menos 70 mortes pelo país. O Texas, no entanto, continua em estado de emergência, com desabastecimento dos mercados e milhões de residências sem água e energia elétrica. Estima-se que 8,6 milhões de pessoas que vivem no estado não estão recebendo nenhuma gota d’água em suas torneiras. As demais estão recebendo uma água que não é potável, já que as estações de tratamento ficaram sem energia elétrica. Além disso, em muitas residências o frio fez com que a água congelasse dentro das tubulações, que estouraram devido à pressão e acabaram causando vazamentos uma vez que o gelo derreteu.

Outra crise que está sendo enfrentada pelos texanos é a de energia elétrica. Milhões de pessoas ficaram sem luz em casa, mas as que não tiveram cortes receberam contas que chegam aos cinco dígitos devido à relação pouca oferta e muita demanda. A operadora de rede elétrica do Texas costumava cobrar US$ 50 por megawatt/hora. Após a tempestade de neve, o valor atingiu o teto de US$ 9.000 durante a maior parte da semana passada. O jornal norte-americano The New York Times relatou o caso de um morador de Dallas que teve que pagar US$ 16 mil (cerca de R$ 88 mil) por alguns dias de uso de energia, o que esgotou sua poupança. O prefeito de Houston pediu que o governo federal arque com as contas de luz, enquanto o Congresso dos Estados Unidos discute novas estratégias para regular esse mercado.