Nos EUA, governador do Texas derruba obrigatoriedade de máscara e ordena abertura de 100% do estado

Ordem passa a valer a partir da quarta-feira, 2; governador afirmou que vacinação permite reabertura do estado, segundo com maior número de contaminados no país

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2021 20h42
EFE/EPA/LARRY W. SMITH/18.03.2020Decreto do governador Greg Abbott passa a valer nesta quarta-feira

Uma ordem executiva assinada pelo governador do Texas, o republicano Greg Abbott, nesta terça-feira, 2, derruba a obrigatoriedade do uso de máscara e determina que todos os serviços e negócios fornecidos no estado abram com 100% da capacidade em horário normal de funcionamento. “Nós devemos, a partir de agora, restaurar a normalidade da vida de todos os texanos reabrindo 100% do Texas. Não se enganem, a Covid-19 ainda não desapareceu, mas está evidente pelas recuperações, vacinações, reduções de hospitalização e outras práticas de segurança que os mandatos estaduais do estado não são mais necessários”, afirmou o governador em anúncio feito em um restaurante do estado. Ele disse, ainda, que os avanços médicos e as drogas que criam anticorpos contra a doença oferecem as ferramentas necessárias para proteger a região contra a Covid-19.

As regras passam a valer a partir da quarta-feira, 3, e devem ser condicionadas a uma série de medidas sanitárias a serem cumpridas pelos estabelecimentos. Se a taxa de ocupação de leitos com pacientes de Covid-19 de qualquer um dos 22 hospitais do estado ficar acima de 15% por mais de sete dias seguidos é possível que a Justiça ordene a volta da obrigatoriedade do uso de máscaras. Até o momento, 5,7 milhões de dose de vacinas contra a Covid-19 foram administradas em moradores do estado, que é um dos que têm maior número de casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, 2.662.810 moradores do Texas positivaram para a Covid-19, ficando atrás apenas da Califórnia, com 3.573.588 de casos confirmados. No número de mortes, o estado fica em terceiro lugar no país norte-americano, com 44.108 óbitos, atrás da Califórnia e de Nova York. Até o momento, mais de 515 mil pessoas morreram de Covid-19 nos Estados Unidos.