Países bálticos enviarão mísseis antitanque e antiaéreos à Ucrânia

Estônia, Lituânia e Letônia elaboraram comunicado afirmando que equipamentos são enviados para evitar possível agressão russa

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2022 15h40
Anatolii STEPANOV / AFP soldados ucranianos Mísseis serão enviados para proteção de possíveis ataques russos

Estônia, Letônia e Lituânia anunciaram nesta sexta-feira (21) que enviarão mísseis antitanque e antiaéreos para ajudar a Ucrânia a se defender contra “uma possível agressão russa”. Os três países bálticos especificaram em comunicado que enviarão mísseis americanos Javelin e Stinger, após terem obtido a autorização de Washington para fazê-lo no início da semana. “Diante do aumento da pressão militar da Rússia sobre a Ucrânia e sobre a região, os Estados bálticos decidiram responder às necessidades da Ucrânia e oferecer uma ajuda adicional em defesa”, diz o comunicado. “Essa ajuda reforçará ainda mais a capacidade da Ucrânia de defender seu território e sua população diante de uma possível agressão russa”, acrescenta. A Estônia fornecerá mísseis antitanque Javelin; Letônia e Lituânia oferecerão os Stinger antiaéreos. “Esperamos sinceramente que a Ucrânia não precise usar essas armas”, declarou o ministro da Defesa lituano, Arvydas Anusauskas. “Os Estados bálticos pedem à Rússia para encerrar seu comportamento agressivo e irresponsável”, acrescentou, afirmando que as armas serão entregues “em um futuro próximo”. O ministro da Defesa da Estônia, Kalle Laanet, declarou que é “importante apoiar a Ucrânia de todas as formas possíveis”.

*Com informações da AFP