Papa Francisco condena ato terrorista em basílica da França: ‘ataque selvagem’

Pontífice falou que está em oração com familiares das vítimas e pediu ‘união’ à comunidade católica da França em comunicado divulgado pelo Vaticano

  • Por Jovem Pan
  • 29/10/2020 15h45 - Atualizado em 29/10/2020 15h51
EFE/EPA/VATICAN MEDIAPapa Francisco

O Papa Francisco divulgou comunicado condenando o que ele classificou como “ataque selvagem” poucas horas após um atentado terrorista deixar três pessoas mortas dentro de uma basílica de Nice, da França, na manhã desta quinta-feira, 29. “Informado do ataque selvagem ocorrido nesta manhã em uma igreja de Nice, causando a morte de várias pessoas inocentes, Sua Santidade Papa Francisco se une em oração com o sofrimento de famílias que foram afetadas e compartilha da sua dor. Condenando atos tão violentos de terror da forma mais forte possível, ele garante à comunidade católica da França e a todo o povo francês a sua proximidade e pede por união”, afirmou comunicado.

O ataque registrado na igreja de Nice foi um dos três que abalou o país europeu nesta quinta. Na ocasião, uma pessoa foi decapitada e outra foi morta a facadas dentro da basílica de Notre-Dame de l’Assomption. A terceira vítima foi assassinada também a facadas do lado de fora da igreja ao tentar se proteger. O homem que cometeu os ataques foi alvejado pela polícia, teve ferimentos graves e está internado em um hospital. Além do ataque no templo, um homem com uma lâmina foi preso na cidade de Lyon e outro foi morto pela polícia por ameaçar pessoas em Avignon. Além disso, um ataque foi registrado no Consulado francês em Jeddah, na Arábia Saudita.