Pentágono afirma que matou líder da Al-Qaeda em ataque de drones na Síria

Abdul Hamid al-Matar era membro sênior do grupo terrorista e foi abatido nesta sexta-feira

  • Por Jovem Pan
  • 23/10/2021 02h00
DivulgaçãoAtaque aconteceu dois dias depois de base usada pelos EUA na Síria ser bombardeada

O Pentágono dos Estados Unidos informou nesta sexta-feira, 22, que um líder sênior da Al-Qaeda foi morto em um ataque de drones na Síria. O ataque aconteceu dois dias depois que uma base das forças norte-americanas foi atacada no sul do país. “Um ataque aéreo dos EUA hoje no noroeste da Síria matou o líder da Al-Qaeda Abdul Hamid al-Matar”, disse o porta-voz do Comando Central, Major John Rigsbee, em um comunicado. De acordo com o Pentágono, não houve vítimas nesse ataque além do alvo. No final de setembro outro comandante sênior já tinha sido morto em ataque aéreo perto de Idlib, no noroeste da Síria. Ele teria sido responsável por “planejar, financiar e aprovar ataques transregionais da Al-Qaeda”, informou o Centcom. A guerra na Síria já matou cerca de meio milhão de pessoas desde 2011, com uma repressão brutal aos protestos antigovernamentais.