Portugal retoma voos com o Brasil, mas apenas para viagens essenciais

Os passageiros terão que apresentar resultado negativo para um teste RT-PCR e fazer quarentena de 14 dias; a suspensão das rotas de ligação com o Reino Unido também foi retirada

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2021 12h12 - Atualizado em 16/04/2021 15h55
EFE/Irene Barahona/ArchivoPortugal iniciou um processo de reabertura gradual à medida que o número de casos de Covid-19 caem significativamente

O governo de Portugal anunciou nesta sexta-feira, 16, a retirada da suspensão de voos com o Brasil e o Reino Unido, que vigorava desde o final de janeiro devido aos temores relacionados ao surgimento das variantes mais contagiosas do novo coronavírus. No entanto, o Ministério do Interior esclareceu que só serão autorizadas viagens consideradas essenciais, ou seja, por motivos profissionais, de estudo, saúde ou reunião familiar. Além disso, todos os passageiros originários de países com mais de 500 casos de Covid-19 a cada 100 mil habitantes terão que apresentar resultado negativo para um teste RT-PCR realizado 72 horas antes do embarque e cumprir uma quarentena de 14 dias em um local que precisa ser informado ao governo através de uma plataforma. Por enquanto, as companhias aéreas Tap, Azul e Latam, que possuem rotas diretas entre o Brasil e Portugal, ainda não divulgaram informações sobre a retomada do voos. A decisão de Portugal está relacionada com melhoria na situação da pandemia no país, que na próxima segunda-feira, 19, entrará na terceira fase de desconfinamento. No último dia 4, foram registradas 193 novas contaminações pelo coronavírus, o menor número de novos casos diários de Covid-19 deste agosto de 2020.