Prédio que caiu em Miami é totalmente demolido; chance de achar sobreviventes diminui

Equipes de busca afirmaram que esperança de encontrar alguém vivo 11 dias após o desabamento está ‘próxima a zero’

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2021 10h37
EFE/EPA/CRISTOBAL HERRERA-ULASHKEVICHPrédio foi demolido na noite deste domingo

Autoridades de Miami-Dade, na Flórida, implodiram na noite deste domingo, 4, o que ainda tinha restado em pé das Champlain Towers, que desabaram parcialmente no último dia 24. A estrutura foi demolida com uma série de pequenos explosivos por uma ação de precaução da prefeitura local, já que o prédio estava ameaçado e, diante da tempestade tropical Elsa, os apartamentos que restavam de pé poderiam “cair para o lado errado”. A derrubada dos apartamentos também ocorre para que o trabalho das forças de resgate, paralisados diversas vezes por risco de queda de escombros, possam se expandir. Até o momento, 24 corpos foram resgatados dos escombros e 121 pessoas continuam desaparecidas.

A busca por sobreviventes, que era coordenada com tom de otimismo na primeira semana após a queda, ganhou nesta segunda-feira, 5, um tom de gravidade. O comandante da Unidade Nacional de Resgate de Israel, Coronel Golan Vach, afirmou em entrevista ao canal norte-americano CNN que as chances de achar alguém vivo sob os escombros é “próxima a zero”. “Eu sou realista, mas ainda estamos cheios de esperança. Essa esperança nos mantêm ativos todos os dias”, declarou. O governador da Flórida, Ron DeSantis, declarou estado de emergência em Miami-Dade e outros 14 condados no domingo por causa da tempestade tropical que se aproxima. Apesar da extrema cautela, que fez com que o resto do edifício fosse demolido, Surfside não está na rota direta da Elsa e deve registrar apenas chuvas fortes.