Venezuela parabeniza Estados Unidos pelo aniversário da independência

Em comunicado, o governo venezuelano desejou que ‘mais cedo ou mais tarde, caiam as barreiras’ que, considera, ‘impedem uma relação’ de entendimento entre os dois países

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2021 17h08 - Atualizado em 04/07/2021 17h09
EFE/ Rayner PeñaNicolás Maduro é o atual presidente da Venezuela

A Venezuela, através de nota emitida pelo ministério das Relações Exteriores, parabenizou os Estados Unidos pelo aniversário de sua independência. Em comunicado, o governo venezuelano desejou que “mais cedo ou mais tarde, caiam as barreiras” que, considera, “impedem uma relação” de entendimento entre os dois países. “O sonho de fraternidade e justiça de Martin Luther King Jr. tem sido uma fonte de inspiração e compromisso para a revolução bolivariana e esperamos que mais cedo ou mais tarde, as barreiras anacrônicas que agora impedem uma relação de respeito, cooperação e compreensão com os governantes dos Estados Unidos caiam”, diz.

Liderado por Nicolás Maduro, o governo reiterou que, “apesar das agressões”, o seu país avança na “construção do seu destino” com a convicção de que “um dia a diplomacia da paz” irá prevalecer. A nota também afirma que a população venezuelana acompanha os EUA “em sua luta permanente por uma sociedade mais justa, que consiga se livrar das cadeias do racismo, da desigualdade e do suposto excepcionalismo de uma elite” que acusa de causar “grandes danos” dentro e fora dos Estados Unidos. Vale lembrar que Venezuela e Estados Unidos têm tido relações tensas praticamente desde a chegada do Chavismo ao poder, em 1999. A tensão se agravou ainda mais em 2019, quando o então governo de Donald Trump reconheceu o líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino, apoio que mantém o atual presidente Joe Biden.

*Com informações da Agência EFE