Primeira-dama da França, Brigitte Macron estava com Covid-19 na noite de Natal

Presidente Emmanuel Macron testou positivo dias antes e ficou isolado em Versalhes

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2021 12h27
EFENo dia 24, no mesmo dia em que o presidente pode voltar para casa, Brigitte deu positivo -- mas não apresentou sintomas perceptíveis

A primeira-dama da França, Brigitte Macron, testou positivo para Covid-19 no último dia 24. As informações foram divulgadas pelas emissoras de rádio Europe 1 e France Info, citando fontes do Palácio do Eliseu. O presidente francês, Emmanuel Macron, havia dado positivo em 17 de dezembro e foi mantido em isolamento em uma residência no complexo de Versalhes, fora de Paris, com sintomas como tosse, febre e exaustão.

Enquanto isso, a esposa foi isolada no Palácio do Eliseu, já que havia estado em contato com o marido. No dia 24, no mesmo dia em que o presidente pode voltar para casa, Brigitte deu positivo — mas não apresentou sintomas perceptíveis. Depois disso, seus testes deram negativo em 30 e 31 de dezembro. Macron forneceu informações diárias no período em que ele esteve doente, com vídeos feitos pelo próprio chefe de governo. Mas a Presidência francesa permaneceu em silêncio, oficialmente, sobre a infecção da primeira-dama.

*Com informações da EFE