Primeira imagem da variante Ômicron vista por microscópio é divulgada

Pesquisadores da Universidade de Medicina de Hong Kong registraram infecção pela nova cepa do coronavírus em uma célula de rim de um macaco

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2021 12h30
Reprodução / Faculdade de Medicina da Universidade de Hong Kong Primeira imagem por microscópio da variante Ômicron No quadro rosa, é possível ver as pontas em forma de coroa

Cientistas da Universidade de Medicina de Hong Kong divulgou na quarta-feira, 8, a primeira imagem de microscópio da variante Ômicron. A primeira imagem, à esquerda, mostra um recorte de “baixa ampliação” da célula de rim de um macaco após a infecção pela nova cepa do coronavírus. É possível ver o dano em nível celular, com vesículas inchadas contendo pequenas partículas virais, identificadas em preto. À direita, a imagem mostra uma “alta ampliação” da mesma célula infectada, mostrando agregados de partículas virais com pontas em forma de coroa [dentro da caixa rosa].

A variante Ômicron, identificada pela primeira vez na África do Sul, já foi notificada em 57 países, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além da África do Sul, SuazilândiaZimbábue, MoçambiqueNamíbia e Lesoto, registraram incidência “muito grande” da doença em seus territórios na última semana.